O projeto realizará o sonho de recomeço de mais duas famílias de Venezuelanos, dessa vez o destino é São Paulo

Até o momento, mais de 150 venezuelanos foram beneficiados pelo projeto Caminhos de Solidariedade da Cáritas Diocesena de Roraima. A mais recente integração ocorreu na madrugada do dia 08 de março. As famílias de Marvin Joel Arnal Gomez e de Yussi Elizabeth Yepez de Lezema, ao todo, sete pessoas seguiram rumo à região de Brasilândia, em São Paulo, Setor Freguesia do Ó.

Os viajantes foram acolhidos pela Paróquia de Santa Cruz de Itaberaba e pelo serviço Pastoral do Migrante (SPM). O pároco responsável é o Padre Edemilson. Eles contam que a prioridade ao chegar à maior capital do país, será conseguir trabalho para dar melhor comodidade e conforto para suas famílias.

O grupo faz parte das mais de 750 pessoas cadastradas – que desejam ir para outro estado – no Caminhos de Solidariedade, cujo objetivo é ajudar os migrantes venezuelanos que atravessam a fronteira em busca de melhores condições de vida para suas famílias, em parceria com Arquidioceses, Dioceses, Paróquias, Congregações de todo Brasil.

A coordenadora do Serviço Pastoral do Migrante de São Paulo, Darialva da Graça Linge, afirma que é possível oferecer uma casa com dois quartos e cozinha comunitária para as duas famílias, à alimentação será contemplada pela OAPA (Obra Assistencial  Padre Achilles).  “Os migrantes irão participar de várias atividades do SPM tais como, aulas de português, recreação para as crianças, apoio na inserção  questão laboral, entre outros”, explicou.

Sete pessoas seguiram rumo à região de Brasilândia, em São Paulo, Setor Freguesia do Ó.

ASCOM/CÁRITAS (095) 91181697